Parque dos “Dinossauros” será construído em Brasília

Essa semana me deparei com essa notícia:
"Zoo de Brasília terá o maior parque de dinossauros do Brasil As réplicas dos mais de 20 dinossauros robotizados serão tão reais que chegarão a simular a respiração e os sons emitidos por eles. O maior dino terá uma altura equivalente a um prédio de 13 andares, bla bla bla" .
De início pensei: "Poxa, que legal!! A Paleontologia está mesmo em alta e isso vai ajudar muito a divulgar a ciência no Brasil e..." Mas aí continuei lendo até chegar no final e ver um vídeo do que pretende ser o parque brasiliense: https://youtu.be/CsYs-0d0cyw Veja a notícia completa aqui aqui: http://fatoonline.com.br/conteudo/10255/zoo-de-brasilia-tera-o-maior-parque-de-dinossauros-do-brasil 

Depois de 1 minuto e 38 segundos de horror, eu finalmente consegui pensar e resolvi escrever esse texto. Depois de ver o vídeo, resolvi escrever esse texto. Essa é uma reflexão, uma crítica e um apelo.

Muito legal a iniciativa, parque zoológico de Brasília. Agora, sinceramente: Será um ótimo entretenimento, mas também para por aí.

Se o empreendimento de Brasília for semelhante a exposição paulista (como é sugerido no vídeo), tudo o que será apresentado ali estará há anos-luz de ser científico e/ou realmente informativo/ construtivo para a sociedade.

Um problema sério é que as pessoas acham que qualquer um entende de dinossauro o suficiente para escrever plaquinhas e reconstruí-los artisticamente ("Chama lá seu sobrinho que entende de dinossauro para ajudar aqui!"), mas não é bem assim! Ninguém chama um garçom para construir uma ponte ou um arquiteto para fazer uma operação médica. A falta de cuidado torna esse empreendimento puramente comercial (e infinitamente amador). É um desperdício criar tal estrutura (em plena capital do Brasil!!!) para não ter uma função social e educacional séria, comprometida com a realidade e o avanço científico da atualidade.

Diferente do que muitos pensam, é possível sim unir entretenimento e educação! Os empreendimentos brasileiros são v.e.r.g.o.n.h.o.s.a.m.e.n.t.e amadores perto do que fazem os museus e parques no Japão, E.U.A, Canadá, Portugal, Espanha, Alemanha e até mesmo na Argentina. O que vemos aqui é quase um entretenimento-"favela": "Ofereça qualquer coisa, que eles aceitam. Faz o bicho se mexer e urrar, que todo mundo vai pagar para ver." É um circo descomprometido, que somente visa o lucro em cima de um público que eles claramente consideram acéfalos. Subestimam nossa inteligência! (Ou será que o público brasileiro é ignorante mesmo?!).

É um extremo desserviço colocar o nome "Parque dos Dinossauros" nesse show de aberrações (aliás, será que esse nome viola algum copyright?). O mais correto seria "Parque dos Monstros", porque aí sim seria honesto. Se aceitarem a sugestão, coloquem logo o Godzilla na entrada (porque aí sim eu pagava para ir ver).

Tantos profissionais sérios fazendo ciência paleontológica séria no Brasil, com orçamentos apertados, muitas vezes pagando do próprio bolso para colocar materiais nos laboratórios, e coisas amadoras como essa fazendo o dinheiro que poderia estar sendo investido em ciência de verdade? Há uma inversão monstruosa de valores. E eu só lamento.

Como o parque nem foi criado ainda, deixo aqui a minha esperança para que o cidadão responsável por essa ideia contrate profissionais competentes para que isso tudo não seja um imenso circo constrangedor, apenas.

Fica aqui um exemplo de um empreendimento sério e comprometido na BOLÍVIA: http://scienceblogs.com.br/colecionadores/2012/08/parque-cretacico/

E ficam aqui alguns exemplos SÉRIOS para quem quer aprender mais sobre dinossauros no Brasil:

Tito Aureliano

Author & Editor

Professora, Doutora e apaixonada por Paleontologia, me dedico, além das pesquisas, à divulgar ciência para o público geral.