Os Fósseis de Pernambuco – Episódio 3

O episódio três da série “Os fósseis de Pernambuco” fala sobre os fósseis do final do Cretáceo e Início do Paleoceno da Bacia da Paraíba, reconhecida internacionalmente por ser um dos poucos locais do mundo aonde se preservou a transição do limite K-Pg, quando houve a grande extinção dos dinossauros não-avianos e vários outros organismos, como pterossauros e amonites, no final da Era Mesozoica.
Entenda a importância desse registro sedimentar tão raro e quais informações ele pode nos dar sobre uma das maiores crises ecológicas da história de nosso planeta. Entenda como era Pernambuco no final da Era dos dinossauros e ajude a valorizar mais esse patrimônio excepcional de nosso país:
Veja o episódio 1 da série AQUI, que fala sobre os fósseis mais antigos do estado de Pernambuco, e o episódio 2 AQUI, que mostra como era o período Jurássico no nordeste brasileiro A série foi produzida em conjunto com o PALEOLAB-UFPE e conta com apoio financeiro do CNPq.
Agradecimentos especiais a Andrey Atuchin e Andre Pinheiro, que generosamente cederam suas artes paleontológicas para a produção desse vídeo.
Compartilhe e ajude a preservar!

Saiba mais:

Pepb_KTPedreira Poty, localizada no Município de Paulista, Estado de Pernambuco (Bacia Pernambuco/Paraíba), foi a primeira localidade aflorante descrita no Brasil como uma seqüência sedimentar completa através do limite entre os períodos Cretáceo e Paleógeno (limite K-T ou K-Pg). Ela apresenta a famosa anomalia de irídio, que ajudou a sustentar a hipótese da queda de um grande bólido extraterrestre no final do período Cretáceo. Estudos recentes, todavia, demonstram que localmente houve também uma elevada atividade vulcânica próxima ao limite, detectada por fortes anomalias de mercúrio. Essa atividade vulcânica pode ter contribuído para desestabilização ecológica local e extinção da fauna a nível regional.
Há uma proposta de tornar parte da Pedreira Poty um geo-sítio de preservação permanente, para que estudantes e a população possam visitar esse importante marco geológico e aprender mais sobre a história de nosso planeta.

Tito Aureliano

Author & Editor

Professora, Doutora e apaixonada por Paleontologia, me dedico, além das pesquisas, à divulgar ciência para o público geral.